sábado, 30 de março de 2013

Creche Comunitária Pingo de Gente


Introdução

Neste trabalho vamos relatar como foi nossa visita ao Centro Infanto Juvenil Pingo de Gente, que acolhe crianças e adolescentes das comunidades ao redor da instituição. Vamos abordar como é a forma de sobrevivência, estrutura, pessoas que trabalham e o convívio social. Nosso intuito é de proporcionar um dia feliz à instituição que visitamos. São crianças e adolescentes muito carentes e estão sujeitos a vulnerabilidade social. Vamos abordar a percepção de cada componente do grupo visando um aprendizado humano e consciente.




Ano de fundação e fundador



A Creche comunitária Pingo de Gente é uma instituição filantrópica sem fins lucrativos e econômicos. Foi fundada em outubro de 1984 pelos próprios moradores da comunidade dos bairros Tirol e Olaria e outros da região, situado. Um grupo de pais buscaram exaustivamente junto à prefeitura uma creche onde pudessem deixar seus filhos com segurança e educação, já que é uma comunidade carente e os pais precisam trabalhar. No inicio a instituição funcionava apenas uma creche, por esse motivo a comunidade novamente buscou junto à prefeitura para que seus filhos pudessem ficar tempo integral com educação complementar. Hoje eles têm a socialização, onde são assistidas crianças de 6 a 14 anos. Elas permanecem no centro comunitário durante meio período, e no restante do dia vão para a escola (funciona como escola integrada). Também tem a educação infantil (creche), que são as crianças de 1 a 5 anos e ficam em tempo integral. A creche funciona como complemento escolar. O espaço é do governo, onde é renovado a cada 5 anos, ou seja, é em comodato para a creche.




Estrutura física

A estrutura é grande, com 2 andares e com capacidade para 300 crianças, porém tem mais do que o permitido no total de 334. No 1º andar estão as crianças da educação infantil, e no 2º andar ficam as crianças da socialização. A creche é composta de ambientes específicos para as necessidades e desenvolvimento das crianças tais como:

v  Biblioteca;
v  Área de recreação;
v  Creche infantil;
v  Salas para reforço escolar;
v  Horta;
v  Refeitório;
v  Banheiros para banho dos bebês;
v  Dormitórios.










Estrutura do Ambiente
v  A creche é composta por:
v  18 salas para estudo com aproximadamente 20 m² cada;
v  3 salas para a coordenação, educadores e pedagogos, uma das salas é utilizada para receber os pais de alunos e por isso tem um espaço maior ( Aproximadamente 16m²) As demais são reservadas para arquivar a documentação da creche (Aproximadamente 8m²);
v  1 Cozinha com espaço amplo ( Aproximadamente 32 m²);
v  1 Refeitório ( Aproximadamente 60 m²);
v  1 Biblioteca ( Aproximadamente 10 m²);
v  1 Horta ( Aproximadamente 40 m²);

v  8 Banheiros ( Aproximadamente 6m² cada);
v  2 Áreas para recreação, uma com playground com aproximadamente 15m² e uma área livre com aproximadamente 100 metros².

Estrutura Social

É composta por 29 funcionários e 4 estagiários, sendo 1 coordenadora da socialização, uma da educação infantil, 9 educadores sociais que cuidam de crianças de 1 a 5 anos, 16 pedagogos que ensinam crianças e adolescentes de 6 a 14 anos, 3 cozinheiras, 1 oficineiro, 5 de serviços gerais e um jardineiro.

Estrutura Econômica








Estrutura Financeira




   Organograma da Instituição


Colaboradores

 Formas de recrutamento e seleção

A seleção é feita através de currículos na própria instituição, o candidato deve ser formado e habilitado em cuidar de crianças e ter no mínimo o magistério para ser educador. Admitem estagiários cursando na área de educação e aceitam voluntários, embora este seja muito raro de alguém se voluntariar.




Voluntariado

São aceitos voluntários que permanecem o período de 4 horas. Como é raro está ação, quem acaba sendo
voluntário são os próprios estagiários que vendo a dificuldade de cuidar das crianças por serem poucos trabalhadores acabam ficando um pouco mais para ajudar.





Público atendido, quantidade de pessoas e Perfil atendido

O Centro Infanto Juvenil Pingo de Gente Pingo de Gente acolhe 334 crianças, sendo 150 crianças na socialização e 184 na creche e educação. A Socialização atende crianças de 6 a 14 anos que recebem reforço escolar é como se fosse uma escola integrada, já as crianças de 0 a 5 anos permanecem na creche por tempo integral. Atende a comunidade muito carente, onde a maioria das famílias as mulheres são o arrimo.



Funcionários e voluntários

São 29 funcionários com carteira assinada e 4 estagiários, a creche não tem voluntários porque é muito difícil conseguir pessoas que queiram ajudar.

Dia a dia da instituição

Na socialização as crianças permanecem na creche no período que não estão na escola, quem estuda de manhã chega a tarde na instituição e quem estuda a tarde chega na parte da manhã. A socialização tem como objetivo o reforço escolar que complementa o processo de escola. Eles ficam em salas de aula onde recebem reforço que as professoram aplicam, dando o horário são levados para a escola regular, quando é à tarde os pais vão buscar. Eles tem 3 refeições ao dia. Na educação infantil as crianças permanecem o tempo integral, fazem suas refeições diárias, tomam banho, dormem e são supervisionados e cuidados pelas educadoras, Para essas crianças são organizadas ações de educação e saúde. Na socialização também tem oficinas como a capoeira e esportes de vôlei e futebol para crianças e adolescentes. Ajudam no cultivo da horta que são preparadas para seu próprio alimento. Fazem projetos culturais tais como, quadrilhas, comemorações de datas culturais. Aprendizado em plantações e colheita da própria horta que eles têm.






Forma de sobrevivência financeira

 A instituição sobrevive somente de doações organizações que são elas:

Parceiros:
v  Governo do Estado de Minas Gerais
v  Prefeitura de Belo Horizonte
v  Fundo Cristão para Crianças – CFC – Brasil

Colaboradores Voluntários:
v  Puc Minas
v  Famílias
v  Mesa Brasil – SESC
v  CEMIG
v  COPASA
v  ESMAP
v  Marisa





Alguns Tipos de doações

v  O Governo e Prefeitura ajudam financeiramente e projetos sociais;
v  A Puc Minas faz doações de livros infantis, infanto-juvenil e livros educativos. Com isso a creche conseguiu montar uma biblioteca;
v  As famílias que tem condições, que são poucas, também contribuem com doações;
v  A Copasa colabora com o apadrinhamento, ou seja, a pessoa que quer ajudar faz um cadastro na instituição e os mesmos levam até a Copasa que será cobrado o valor de R$5,00 na conta de água e R$ 5,00 a menos na conta de água da creche;
v  Recentemente conseguiram doações de roupas da Marisa Lojas S/A que eles vão montar um bazar para arrecadar fundos.
v  Também fazer coleta seletiva e vende para arrecadar fundos.

Empreendedorismo social
Projeto inovador

Ter uma creche, a principio para crianças de 1 a 5, para ajudar os pais que não tem com quem deixar seus filhos enquanto trabalha. E anos mais tarde criar a socialização para atender as crianças maiores na idade de 6 a 14 anos que funciona como escola integrada a outras. Sendo assim tirando elas das ruas.

Missão

Assegurar a criança e ao adolescente condições de desenvolvimento integral valorizando o cuidar e educar, resgatando a cidadania e qualidade de vida em parceria com a família para garanti-lhes o sucesso no contexto social.

Visão

O Centro Infanto Juvenil Pingo de Gente é uma instituição Filantrópica sem fins lucrativos. Atende a crianças e adolescentes de 1 a 14 anos, desenvolvendo um trabalho sério e transparente através de sua diretoria e funcionários.


Comportamentos dos funcionários e das pessoas atendidas

Foram bastante receptivos com a nossa visita e atenciosos. O comportamento dos colaboradores é de total carinho e dedicação no que faz, e as crianças são educadas e respeitosas, muito bem tratadas e alimentadas. O respeito e a igualdade são duas atitudes que marcam o convívio de todos dentro da instituição.

 Ambiente

Salas de aula pequenas, mas bem arejadas, cadeiras de um braço ou mesas tudo um pouco apertado, mesa do professor e quadro negro. Escola em perfeitas condições, boa pintura, área de recreação com brinquedos seguros, pátio bem extenso com muito verde. Horta com vários tipos de hortaliças, jardim com vários tipos de arvores. A creche possui outro terreno onde estão tentando conseguir apoio do governo para fazer uma quadra coberta que também vai servir como auditório. Banheiros para banho limpos e organizados, berçários muito confortáveis. Salas de televisão. Biblioteca pequena com uma quantidade razoável de livros.

Percepção do grupo

Todos do grupo gostaram da visita e a nossa percepção foi unanime. Apesar de viverem de doações a instituição é bem estruturada e equipada para as necessidades das crianças, comida saudável, os funcionários são comprometidos e dedicados. Existe respeito entre todos e alegria.



Percepção individual

“O local é bem estruturado para atender as necessidades das crianças, pude notar que existe um ensinamento de respeito e igualdade muito grande entre os funcionários e crianças. São de famílias carentes, mas isso não as impede de ser feliz com pequenas coisas, recebemos abraços e um sorriso acolhedor pela surpresa singela que damos. A criança é totalmente desprovida de egos e pode ver a beleza das coisas mesmo nas mais simples. Bom seria se nós adultos fossemos assim.”
(Araceli Ferreira)

“A meu ver a creche pingo de gente é bastante bem estruturada, as crianças contam com bastante apoio de todos. A creche tem como objetivo dar oportunidade de mudar o destino daquelas crianças criadas muitas vezes sem perspectiva e oportunidade de crescer e ter um futuro melhor.”
(Lívia Vaz)

“Para mim foi uma experiência maravilhosa ter feito essa visita, tenho vontade de ver aquelas crianças novamente. Vi também o comprometimento dos funcionários incentivando as crianças na educação, comportamento, cultura, esporte e lazer. O que mais me chamou a atenção é o plantio dos próprios alimentos cultivados pelas próprias crianças. Ficam o tempo integral assim tirando-as das ruas. O governo poderia investir mais em trabalhos como esse em todas as comunidades. Foi uma visita gratificante, uma lição de vida.”
(Fernanda Ribeiro)

“Acredito que a creche Pingo de Gente é muito bem estruturada, apesar de viver de doações. Os funcionários tratam as crianças com muito respeito e amor e isso reflete nas atitudes das crianças”
(Lorena Silva)

“A visita na creche muito gratificante para mim me encheu de alegrias, aprendi a ver a inocência em cada olhar a alegria e a doçura que cada uma traz consigo. Foi uma visita muito importante,particularmente, pois aprendi a gostar mais de crianças ver a alegria delas ao ver uma turma de adultos fantasiados e pensarem que éramos crianças, isso é bastante emocionante. Espero repetir isso mais vezes foi comovedor ver os olhinhos delas brilharem quando receberam as surpresinha, muito feliz mesmo.”
(Mirian Ribeiro)

“Foi ima experiência enriquecedora. A creche realiza uma atividade que de certa forma, auxilia na formação das crianças as impedindo de realizar qualquer atividade negativa nos horários internos. Os pais tem a oportunidade de estarem tranquilos no período de trabalho, sem contar que a segurança para estas crianças, intelectual e física, estão sendo mantidas de maneira correta. Em relação ao trabalho realizado pela instituição, achei realmente muito bonita a doação que todos têm de fazer de si mesmos, achei tocante quando a coordenadora disse que mesmo os estagiários ficam alem do tempo necessário para ajudar na organização do lugar. O trabalho em equipe é muito presente e isso torna o ambiente ideal para a criação e formação de caráter das crianças.”
(Fabio Marley)

“Pude ver na visita a creche Pingo de gente que tem pessoas que estão tentando fazer um pouco para que as crianças não entrem no mundo das drogas, e tenham também um pouquinho mais de amor, tranquilidade e paz, me sentir muito incapaz, pois às vezes não notamos o pouco que podemos fazer para ajudar. Notei que a estrutura da creche e muito boa, que as pessoas que trabalham la estão sempre procurando fazer da melhor maneira possível, buscando melhorias, e tendo vários projetos, e novas doações.
Pra mim, foi uma oportunidade ótima de poder compartilhar um pouco da felicidade, que levamos para aquelas crianças, pode notar que a cada entrega de uma lembrancinha tínhamos um sorriso e um abraço caloroso.”
(Tamara Alves)



Visita à instituição



O ambiente da instituição é muito bem adequado ao desenvolvimento educacional e físico das crianças. São desenvolvidas várias atividades físicas e brincadeiras lúdicas que auxiliam na socialização das crianças, como aulas de capoeira, parquinho e pular corda. São desenvolvidas atividades escolares e extra escolares para alfabetização. São todos comprometidos com sua responsabilidade e demonstraram ter satisfação no que fazem.



Não foi realizado nenhum trabalho, pois estavam todos em salas de aulas, nossa visita foi supervisionada pela coordenadora da instituição, apenas entramos de sala em sala conversamos um pouco com as crianças e entregamos as lembrançinhas. Não foi possível tirar muitas fotos, principalmente das crianças de 1 a 5 anos que não tínhamos autorização.



video
  

Conclusão

Em virtude do que foi mencionado neste trabalho, podemos ver a simplicidade e espontaneidade do sorriso com o qual as crianças nos receberam. Vimos à dificuldade que a instituição tem financeiramente e como lutam arduamente os funcionários para manter a creche limpa e organizada proporcionando sempre o melhor para as crianças e adolescentes. E claramente notado o ensinamento de respeito e igualdade entre todos. Mesmo com pouco as crianças são felizes, são totalmente desprovidas de egos. Devemos refletir sobre nossas ações, comportamentos e hábitos e nada nem ninguém melhor do que as crianças e ONGs para mostrar o quanto somos pequenos diante de tanto sofrimento. Cada um deveria colocar a mão na consciência e doar um pouco de si em prol do seu semelhante.












Araceli Ferreira 
Carla Martins
Fabio Marley 
Fernanda Ribeiro 
Lívia Vaz 
Lorena  Silva
Mirian Ribeiro
Tamara  Alves 




Nenhum comentário:

Postar um comentário